Sobre o FGV IDT

  • História

    Nossa história

    A criação do Instituto de Desenvolvimento Tecnológico, no âmbito da Fundação Getulio Vargas, pautou-se no reconhecimento do papel estratégico da educação tecnológica para o país. Com o credenciamento do FGV IDT, a Mantenedora reafirma uma concepção de educação profissional e tecnológica, iniciada na Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas FGV EBAPE, cujo papel precípuo é a formação profissional com cerne na humanização, na democratização e no desenvolvimento sustentável.

    O FGV IDT acredita que a educação tecnológica concorre para a transformação social, na medida em que dá centralidade à formação da consciência crítica do indivíduo, para que ele se reconheça como ser social comprometido com seu tempo e lugar. Dentro dessa dimensão, a ciência e a tecnologia têm a precípua função de se posicionarem a serviço da humanidade.

    O Instituto de Desenvolvimento Tecnológico possui, em relação à Fundação Getulio Vargas, plena autonomia acadêmica, a qual se refletirá na liberdade de planejar, implementar e avaliar seus programas de ensino, pesquisa e extensão. Essa autonomia também se manifesta em sua organização administrativa e nos processos decisórios, tendo seus órgãos colegiados autoridade para discutir e influenciar as questões táticas e estratégicas da vida acadêmica do Instituto. O projeto do Instituto de Desenvolvimento Tecnológico da FGV prima pelo alinhamento de sua atuação à estratégia institucional da Fundação Getulio Vargas, bem como a realização de sua missão.

    Credenciada pela Portaria nº 79 de 14/01/2019, DOU 15/01/2019 (Presencial) e pela Portaria 1630 de 19/09/2019, DOU 23/09/2019 (EAD), o Instituto de Desenvolvimento Tecnológico da Fundação Getulio Vargas – FGV IDT, integra a estrutura organizacional da FGV, sua Mantenedora.

  • Missão

    "Educação, disseminação e aplicação do conhecimento e da tecnologia para pensar e agir eticamente pelo desenvolvimento do Brasil”.

  • Estrutura Organizacional

    Estrutura Organizacional

     

    Prof. Flavio Vasconcelos Prof. Roberto Pimenta Prof. Rodrigo Lamas
    Diretor Vice-diretor Coordenador Executivo de Cursos

     

  • Documentos Institucionais

    Estatuto da FGV

    O estatuto social, utilizado pelas sociedades em ações, cooperativas e entidades sem fins lucrativos, ou o contrato social, utilizado pelas demais sociedades, é a certidão de nascimento da pessoa jurídica. Pelas cláusulas do seu conteúdo se disciplina o relacionamento interno e externo da sociedade. Em suas cláusulas identificam-se a sua qualificação, tipo jurídico de sociedade, a denominação, localização, seu objeto social, forma de integralização do capital social, prazo de duração da sociedade, data de encerramento do exercício social, foro contratual etc. Seu registro dar-se-á na Junta Comercial do Estado, ou nos Cartórios de Registro de Pessoas Jurídicas, conforme a natureza jurídica da sociedade.

    ESTATUTO DA FGV

    Código de Ética

    Referência para atuação pessoal e profissional de todos os públicos que fazem parte da comunidade FGV, o Código de Ética e Conduta estabelece um padrão de relacionamento respeitoso, transparente e aderente à missão, visão e aos valores e princípios éticos da Instituição.

    CÓDIGO DE ÉTICA

    Regimento Interno

    O Regimento é um conjunto de regras que determinam a organização administrativa, didática, pedagógica, disciplinar, estabelecendo a forma de trabalho, as normas para realizá-lo, assim como os direitos e deveres de todos que convivem no ambiente.

    REGIMENTO INTERNO

    PDI - Plano de Desenvolvimento Institucional

    O Plano de Desenvolvimento Institucional – PDI – consiste num documento em que se definem a missão da instituição de ensino superior, as estratégias para atingir suas metas e objetivos, e as políticas institucionais de ensino, pesquisa e extensão. Abrangendo um período de cinco anos, o PDI contempla o cronograma e a metodologia de implementação dos objetivos, metas e ações, observando a coerência e a articulação entre as diversas ações, e a manutenção de padrões de qualidade. 

    PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL

    Atos Autorizativos

    Os atos autorizativos são expedidos pelo Ministério da Educação – MEC para garantir o funcionamento de uma instituição de ensino superior para a oferta de seus cursos.  São modalidades de atos autorizativos para a graduação: credenciamento e recredenciamento de instituições de ensino superior (IES); e autorização, reconhecimento e renovação de reconhecimento de cursos de graduação.

    ATO

    PORTARIA

    DOWNLOAD

    Credenciamento Presencial Portaria 79 de 14/01/2019.
    DOU 15/01/2019
    BAIXAR O ARQUIVO
    Credenciamento EAD Portaria 1630 de 19/09/2019.
    DOU 23/09/2019
    BAIXAR O ARQUIVO
    Autorização do Curso Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais (EAD) Portaria 501 de 29/10/2019.
    DOU 31/10/2019
    BAIXAR O ARQUIVO
    Autorização do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial (EAD) Portaria 501 de 29/10/2019.
    DOU 31/10/2019
    BAIXAR O ARQUIVO
    Autorização do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Financeira (EAD) Portaria 501 de 29/10/2019.
    DOU 31/10/2019
    BAIXAR O ARQUIVO
    Autorização do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Pública (EAD) Portaria 501 de 29/10/2019.
    DOU 31/10/2019
    BAIXAR O ARQUIVO
    Autorização do Curso Superior de Tecnologia em Marketing (EAD) Portaria 501 de 29/10/2019.
    DOU 31/10/2019
    BAIXAR O ARQUIVO